terça-feira, 31 de maio de 2011

A minha profissão...

Como sabem (está escrito no meu perfil...) sou enfermeira e digo-vos, apesar de trabalhar a mais de 60km de casa, de ser completamente desvalorizada, trabalhar num serviço super pesado, em que a noite e o dia se confundem, onde não existem fins de semana, feriados, Natal, Páscoa, etc...onde as rotinas quase não existem, onde tanto está tudo bem como de repente é um fim do mundo,  e de ser estupidamente desgastante a nível físico e psicológico (SU), não vos consigo explicar porquê mas AMO mesmo o que faço... e não me imagino a fazer outra coisa na vida! 
Claro que, como muita gente que gosta daquilo que faz, muitas vezes só me apetece fugir e pergunto-me porquê que escolhi esta profissão??!! Até hoje não encontrei resposta...mas dou graças a Deus por poder fazer aquilo para o qual nasci... :)


E vocês? Trabalham naquilo que gostam?


Jinho





13 comentários:

Betty disse...

Olá,
Como tu sabes eu queria ser Educadora de Infância, mas uma experiência menos boa na minha vida fez-me mudar de ideias e de rumo e acabei por ir trabalhar para um escritório. Hoje a trabalhar onde trabalho, a fazer o que eu faço, coisa que só se faz em poucas empresas em Portugal e mesmo assim com algumas diferenças posso dizer que adoro a minha profissão e avizinham-se mudanças aqui na empresa que vão ser muito interessantes. E trabalhos manuais tipo "educadora de infância" e conviver com crianças posso continuar a fazer sem fazer disso uma profissão.
É bom acordar de manhã e apesar da vontade que dá de não o fazer, não me custar assim tanto quanto isso.
Bjs
Betty

Leana disse...

Sini, tu não imaginas o quanto dou valor àquilo que fazes!
Tenho pena e acho uma tremenda injustiça que os enfermeiros não sejam tão valorizados quanto merecem, no campo da saúde parece que o mérito vai todo para os médicos e esquecem-se que existem n enfermeiros que poderiam ter seguido medicina se assim o quisessem, que até tinham notas para tal, mas que seguiram enfermagem por ser realmente essa a sua vontade!

Olha, eu jamais daria para isso, nem um CSI consigo ver porque aquilo mete tanto sangue que fico logo nauseada!

Mas respondendo à tua questão, eu segui Gestão e dediquei-me à área da Qualidade, adoro o que faço, não trocava por nada :)

Bjinhossss**

Paulinha disse...

Engraçado pois só agora ao ler o teu post é que soube que és enfermeira!
Compreendo o que dizes, apesar de não trabalhar na área...
MAs sempre que vamos ao hospital acabamos sempre por dar mais atenção ao medico que à enfermeira... e em certa parte está incorrecto pois se formos a ver quem trata mais de nós são vocês, enfermeiros...

Espero que sejas uma enfermeira boa eheheh pois, infelizmente, apanhamos com cada uma mais mal encarada e antipática que me pergunto muitas vezes o que estao ali a fazer, se o estão a fazer contrariadas...

Beijinhos

Sílvia disse...

eheh, também sou enfermeira, subscrevo inteiramente o que escreveste... ;)

agora estou de baixa (grávida - serviço muito pesado - contracções muuiiiiito cedo) e cheiinha de saudades do trabalho! lol

Sini disse...

Oi Leana! CSI? Sim às vezes parece o CSI... gargantas cortadas, objectos estranhos, agressões, tiros, temos de tudo mas o nosso país, graças a Deus, é muito menos violento que os states, por isso acho que ainda não vi assim nada que me impressionasse muito...:)Às vezes chego a casa e comento isto ou aquilo com o meu marido, cenas triviais, ele manda-me logo calar todo impressionado!! :P

Sini disse...

Paulinha, tens tido azar! Claro que, como em todas as profissões, há gente que não gosta do que faz (embora eu não estou a ver como conseguem ser enfermeiros sem gostar...)e há gente com mau feitio por natureza e há gente que naquele dia já está tão saturado que já não pode ver nada! Não é justificação para serem mal encaradas, mas acredita que o desgaste psicológico é muito. Apoiamo-nos e desabafamos uns com os outros (isto na minha equipa) mas já disse ao chefe, em tão de brincadeira, que precisamos de um gabinete de psicologia lá no serviço!! :P E tu Paulinha, que fazes? Gostas? Jinho!

Sini disse...

É verdade Sílvia, reclamamos, reclamamos, reclamamos mas depois sentimos falta!! :)

Paulinha disse...

Sini,

Eu sou administrativa, na área de Consultoria Financeira.
Gosto do que faço, apesar de nunca me ter imaginado, pelo menos, nesta área...

Sini disse...

Realmente Paulinha, nem eu sei muito bem do que se trata na área de "consultoria financeira"! Só o nome cheira-me a muita dor de cabeça, muita papelada e números! :)

Nocas disse...

Olá. Sou também enfermeira e descobri hoje o teu blog.
Subscrevo inteiramente o que disseste, apesar de todas as contrariedades que enfrentamos, e de ter emigrado para ter mais oportunidades de exercer a nossa profissão que tanto adoro, e de ainda não estar verdadeiramente na área que mais prazer me dá, não me imagino a fazer outra coisa na vida.
E tenho esperança que com o tempo, o nosso reconhecimento vai chegar aí em Portugal. A grande maioria das pessoas que estão internadas passam a dar-nos mais valor após essa experiência.
Beijinho :)

Vanessa Casais disse...

É muito bom ler um texto assim, porque os enfermeiros são muitas vezes responsáveis pelo bem estar de quem mais amamos. Parabéns Sini!

Sini disse...

Oi Nocas, eu trabalho na urgência, logo muitas vezes as pessoas não se apercebem de muitaaaa coisa... o que nos esforçamos para que cada um seja atendido o mais rápido possível, de forma justa e com o melhor serviço prestado! Desde que entrei para a urgência que a cabeça parece um post it! É mta gente ao mesmo tempo, muitos nomes, diagnósticos e tratamentos! Mas simplesmente adoro! :)

Sini disse...

Obrigada Vanessa! :D